Beatrice, a babá XVI



Faz tempo que eu não escrevo, sei! Desculpem, desculpem. Semanas com muito trabalho (o que é algo bom). Mas vim com a penúltima parte da história da Beatrice. Tenho ao menos mais duas histórias para narrar, caso dê certo, ficou um texto grande, mas acho que vão gostar. Apreciem!

Depois das novas descobertas pessoas de Beatrice, ela deve que se despedir dos seus pais. Lúcio e Penélope voltaram para o Brasil prometendo retornar para a virada de ano, e Hugo disse que pagaria a sua viagem de volta. O Natal passou e o casal deve a oportunidade de ficar sozinho, se divertiram bastante um com o outro. A família Sozias foi passou o Natal viajando, mas não esqueceram da querida amiga, Petrus enviou um lindo vídeo de Diana para Beatrice, ela subia e descia na enorme pica do papai, no vídeo curto Diana sentava devagarzinho na rola e seu pai segurava seus peitos exatos, os lábios vermelhos dela borrados de um beijo dado pelo pai, a xoxota meladíssima escorregava no mastro brilhante!
A babá teve que se acabar na siririca quando viu a dedicatória "Obrigado por ter feito isso!", era verdade, Beatrice ligou o botão da maior putaria na casa dos Sozias, claro que já era algo que aconteceria, mas ela ajudou a acelerar o processo e firmar os desejos. Recebeu uma foto dos garotos, ao fundo um bunda muito conhecida Lyana Sozias, toda aberta mostrando o cu e buceta todos cheios de porra, e um coração na mensagem...Foram os melhores presentes de Natal que a babá recebeu. E junto veio o convite, passar o reveillon com os Sozias, óbvio que Hugo foi convidado, as mulheres Sozias adorariam levar a pica dele de novo, safadas. O problema era que seus pais viriam e ela desejava se divertir com eles no reveillon, mas seu marido também tinha interesse em rever Lyana e Diana, por isso queria muito ir. Resolveram, depois de uma conversa levar seus pais para a casa dos Sozias, voltar mais cedo e curtir o resto do tempo que estivessem lá.
Beatrice recebeu seus pais novamente na sua casa, já havia avisado a eles sobre o convite de seus patrões, e o casal topou, para a jovem loira era uma situação ao mesmo tempo excitante como perigosa, seus pais não tinham ideia de que ela transava com seus patrões, imagina com os filhos deles! Da mesma forma ela não tinha noção que os Sozias já tinham descoberto suas influências incestuosas. Se perguntava como seria aquela noite estranha, mas que poderia ter um desfecho maravilhoso. Vestiram-se, Beatrice provocante, vestido rosa claro, nada de branco, "Quero muito amor esse ano!", e riu para o marido e para seus pais, vestido apertado e semi-transparente nas costas, a bunda enorme e redonda se destacava lindamente, sem marca de calcinha, "Está sem calcinha, meu anjo?", perguntou a mãe, Bea riu e deu-lhe um beijão! "É para facilitar pra vocês mais tarde!", e de um uma sambadinha subindo o vestidinho mostrando o bumbum delicioso! Recebeu um tapa de Hugo e baixou a roupa ainda rindo. Estavam todos no clima da sacanagem, era o "Efeito Beatrice", sua presença deixava todos excitados.
Foram até uma casa linda que a família Sozias tinha na beira da praia, poderiam ver a festa que fariam lá, em Haulover Beach, para a surpresa dos dois casais, ao chegar lá a praia estava com algumas pessoas que estavam lá não usavam roupa nenhuma! "É uma praia de nudismo?", perguntou Hugo. Alguém falando em inglês chamou seus nomes, era Lyana Sozias, vestida, já pronta para o reveillon, um vestido branco e aperado como o de Beatrice, mas com os peitos enormes quase saindo pela grande fenda no meio. Ela abraçou Beatrice e Hugo, elogiou o rapaz, todo de branco também, incluindo os sapatos, !Rosa, minha querida?", questionou a anfitriã, "É para ter mais amor nesse próximo ano!", disse a babá, "E se depender da minha família terá muito amor!", disse Lyana. Lúcio soltou baixinho em português "Não é desse amor, que ela está falando", mas Penélope apertou sua mão, vai que a mulher compreendesse algo em português! O problema ( ou a solução) era que os Sozias davam exatamente o mesmo amor que Beatrice desejava.
"Não sabíamos que era uma praia de nudismo", comentou Beatrice, "Não fique tímida, comprei ela do John, lembra dele?", o dono de um site pornô com quem Beatrice transou dentro do carro uma vez, auxiliado pelo mulher dele, a fotografa. A garota ficou vermelha ao lembrar, lembrar que ainda transou com ele num segunda ocasião, num reunião na casa dos Sozias, com Pete e ele. Lyana passou a mão pela cintura de sua amiga e desceu de leve pelo quadril, "Sem calcinha?", cochichou ela e as duas riram. Mais ao longe, vinha Diana, com um vestido curtinho e branco, seu pai Petrus, com uma roupa parecida com a de Hugo, a diferença era a presença de um paletó, e também vieram os dois garotos, tarados, eram os únicos pelados, balançando as pombas de um lado para o outro e com o mesmo sorriso de sempre.
Penélope riu quando notou os meninos nus vindo abraçar sua filha, tapou a boca olhando para as pintas deles entre as pernas, batendo nas coxas de sua filha, Lyana os repreendeu apresentando os pais de Beatrice e Hugo, os garotos ficaram totalmente sem graça, a babá pode até notar as pirocas se encolhendo de vergonha, eles taparam as pintas com as mãos e Diana ficou rindo. Hugo lembrou que já os conheceu antes, deu um tchauzinho para eles e os garotos retribuíram. Penélope deu a mão para eles e Lúcio fez o mesmo, as apresentações foram rápidas e caminharam juntos até a casa. Era um lugar bonito, mas não tão grande, uma varanda ao redor da casa toda, e o cheiro de maresia parecia apropriado. As pessoas andavam na praia se preparando para a festa de fim de ano, algumas vestidas outras peladas. Beatrice e Penélope ficaram na varanda rindo-se da vista incomum, Hugo, Lúcio, Petrus e Lyana tomavam uma bebida e os filhos estavam na praia.
Lúcio levou dois copos para sua mulher e filha, de longe ele viu os filhos dos Sozias dançarem com outros jovens na praia, a maioria vestidos. Diana veio correndo para casa, estava se divertindo, foi até seu pai e pediu para ele tirar o vestido, Lúcio ficou animado com a relação entre os dois, e quando olhou para a jovem nua foi como ver um versão jovem de sua esposa, um pouco mais alta e loira, os seios pequenos e belos, magrinha e curvilínea, uma bunda arrebitada, e quando correu os olhos sobre ela, percebeu a jovem americana olhá-la de volta com malícia. Diana notou os olhares do pai de sua babá e antes de ir, foi até Beatrice e deu-lhe um beijo no rosto e chamou para descer até a praia, e a jovem disse que iria depois. E lá se foi a pelada menina Sozias. "Linda essa sua garota..." comentou Lúcio com Beatrice, "É pai, mas deixe de ser tarado! O 'daddy' dela está bem ali!", comentou Bea e seu pai disse "Eu estou louco é para ter minha filha..." e colocou uma mão na coxa dela e foi subindo devagar até a xoxota, "Pai!", alertou Beatrice, mas a bebida, a praia de nudismo e o corpo de Diana mexeram com os miolos de Lúcio "Minha pequena, estou tão louco por você que fuderia vocês aqui na frente dos seus chefes sem nem pensar duas vezes", "Aí pai, não podemos..." ela falava, mas abria as pernas cada vez mais facilitando a investida do papai.
"Seus tarados...", falou Penélope do lado deles chamando atenção para si, a mulher levantou o vestido cor champanhe que usava e tirou a própria calcinha, Beatrice moveu-se para tirar os dedos de seu pai na sua xana e ralhou com a mãe "Mãe! O que está fazendo?!", "Vou me divertir filha! Estou muito longe de casa, numa praia de nudismo, que mal tem eu me juntar a eles?", e desceu as escadas a varanda tirando o vestido pelo pescoço indo até onde os jovens estavam. Sua mãe corria com tudo ainda durinho, foi dançar com os moleques, as mais bonitas do grupo eram sua mãe e Diana, Damon e Derek receberam Penélope no grupo e ela foi rebolando na frente de todos, mexendo a bunda como uma boa brasileira, pelada deixava todos verem sua xereca e seu cu, mesmo estando com pouca luz na praia os adolescentes ficaram loucos coma visão deliciosa da mulher mais velha requebrando ali.
Ali na varanda, Lúcio continuou a bulinar sua filha, apoiada na varanda sentia os dedos grossos de seu pai invadir sua pepeca, o vestido levantado e sem calcinha, cruzou as pernas para aumentar a pressão da cona nos dedos, "Você ama isso, né?", e Beatrice apenas disse que sim, o bundão de fora, tomando vento que vinha do mar, com cheiro de maresia, o som da música, a pouca luz, Beatrice não ia aguentar muito, ver sua mãe lá em baixo dançando nua com os garotos, era perversão demais pra ela, ainda mais sendo penetrada levemente por seu pai ali, onde qualquer um podia ver. Começou a rebolar devagar para sentir melhor os dedos entrarem, mas então ouviu "Trouxe umas bebidas." Era Pete Sequoia, com três copos de bebidas. Os dois tentaram se organizar para não serem vistos, mas o vestido de Beatrice ficou acima da cintura evidenciando seu sexo e seu bumbum maravilhoso, Pete fingiu não se importar, e serviu as bebidas.
"Onde está o Hugo?", perguntou Bea, "Com Lyana, na cozinha, estão terminando um conjunto de drinks que seu marido sabe fazer", comentou o ex-ator pornô, "Acho que ele quer embebedar a todos nós...", brincou. Lúcio estava sem jeito, mas Petrus puxou assunto sobre o voo e sobre o que o senhor estava achando da cidade, e por fim falou sobre Penélope, "Aquela é sua esposa?", "É sim!", respondeu Lúcio. O americano comentou sobre a beleza dela e como era diferente de Beatrice na aparência, porém parecida no corpo. "Achou minha filha bonita?", Lúcio vacilou, mas respondeu "É sim, linda. E vocês parecem muito íntimos", comentou o brasileiro, Beatrice percebeu o que acontecia ali, Pete viu seu pai meter-lhe os dedos, e estava tramando se divertir com pai e filha. "Sim, somos, graças a Beatrice..." e a babá corou imediatamente, Lúcio questionou Petrus e o homem barbudo continuou, disse que sua família devia muito a loira brasileira e que não podiam mais ver uma vida sem Beatrice entre eles. O pai entendeu o que ele dizia, Beatrice tinha baixado o vestido, mas Lúcio levantou e olhou a traseira da filha "Acho a bunda da minha filha melhor que a da sua...", e Petrus riu, olhando para a bunda de Bea, que estava envergonhada com os dois lhe olhando tão despudoradamente.
Lúcio agarrou uma nádega e Petrus a outra, os dois apertaram a bunda de Beatrice "Seus filhos da puta...to louca de tesão...", ela comentou entre os dentes, por trás deles vieram Hugo e Lyana, 'Que visão maravilhosa! Nunca canso dela..." comentou Lyana, e Lúcio quase se assustou se não tivesse sacado as putarias da filha, os dois que recém-chegados estavam nus, Lyana beijou o marido e foi descendo a escada "Não vai ficar pra brincar comigo?", perguntou Beatrice, Lyana disse que voltaria, mas que o marido e Hugo desejavam dar um presente especial de Natal para Bea, nesse meio tempo, Lúcio e Petrus já estavam com o pau pra fora e as mãos de Beatrice trabalhavam agilmente, Hugo atrás tocava uma punheta vislumbrando a esposa toda aberta com mãos de dois tarados a mexer nos seus buracos e dando-lhe tapas na bunda.
Entraram, não é perdido fazer sexo ali, para evitar a prisão tinham que ir fazer putaria na sala. Beatrice agradeceu, sem dizer nada, a Hugo por tê-la feito ir a festa, tinha três picas só pra ela. Os homens a colocaram no sofá e começaram a diversão, baixaram as alças dos ombros do vestido e os peitos saíram, a rolas chicoteram as mamas brancas, Beatrice segurava os seios para eles levaram pancadas dos mastros de seu pai e Hugo, enquanto chupava o pinto de Petrus. O americano elogiava a garota para seu pai e seu marido, trocou a pica na boca, foi para seu pai, enquanto os outros sentavam no sofá para ver em quem ela ia montar, já estava muito melada, pronta para receber todas as rolas, sentou-se em Hugo, a penetração foi fácil, ela ansiava por aquilo, receber uma pirocona! Logo veio a sensação fina de ser rasgada quando Petrus meteu o pau no seu cu! Beatrice gemeu e tirou o pau do pai da boca, mas logo Lúcio pós de volta para dentro, se sentia muito vadia, com três machos lhe fudendo, todos gemendo, dizendo que ela é gostosa, puta, safada, quenga, vadia, cachorra! Puxavam seu cabelo, dando tapas na sua bunda, Hugo mamando nos seus peitos enquanto ela recebia uma os pintos nos buracos! Lúcio pediu para trocar, e sentiu seu corpo ser levitado, Hugo mudou de posição com o sogro e agora e pica na boca era maior e mais cheirosa, tinha o cheiro de sua buceta, os dois homens que lhe metiam aceleraram seus movimentos fazendo a loirinha gemer ainda mais!
Ela queria gozar de qualquer jeito, e quando mais eles metiam mais a baixinha rebolava! Sentiu um jato de porra quente na sua entrada da frente! Lúcio esporrou dentro da filha, mas Beatrice não queria saber, tirou a pica do marido da boca e deu um beijão no pai, "Te amo, pai!", disse ela para Lúcio, estava toda vermelha no rosto de tanto calor que seu corpo fazia, recebeu uma pancada da rola do marido na cara, avisando para ela voltar ao "trabalho". Mas ela queria uma pica na buceta e seu pai ia demorar para se recuperar, e pior, Petrus gemeu forte e agarrou com força a bunda de Beatrice, as marcas dos dedos ficaram na bunda branca, tirou antes de gozar, por força do hábito em Diana, e melou a bunda, o cabelo e o vestido de Beatrice, eles não tiraram-o tudo. Hugo, colocou a mulher de ladinho e meteu nela com força! Beatrice sentiu a mão do pai no seu clitóris e a vontade de gozar foi impossível de deter! Gozou na pica do marido e na mão do pai, e isso não parou Hugo, e nem pararia Beatrice "Amor, eu quero gozar mais!" ela disse entre os gemidos, e "magicamente" apareceram outras duas picas: Damon e Derek.
"Mamãe disse que iam precisar de nós...", comentou Damon. "Venham meninos, eu preciso de mais...", Hugo liberou o espaço para os irmãos, vez Beatrice sentar o cu na pica de um deles e abrir as pernas para receber o outro na xoxota, ele foi receber o delicioso boquete de sua mulher. Beatrice se mexia o mínimo, o pênis torto dos meninos tocava exatamente onde tinha que tocar, podia sentir eles roçando nas paredes de seus orifícios, e era maravilhoso! Tremeu-se toda num segundo gozo! E os outros dois vieram, Petrus e Lúcio estavam prontos de novo, então, Hugo fez questão de gozar na boca dela, a loirinha quase engasgou na hora, mas rápido engoliu a porra, e soltou um grito de tesão enorme quando gozou de novo. Ela pensava "três gozadas assim...", nunca gozou tanto em tão pouco tempo, era incrível! Petrus quem recebia a chupação agora e Lúcio recebia uma punheta de sua pequena. Ficaram nessa posição por um bom tempo, até Beatrice quase desmaiar num quarto gozo forte!!! E, enfim, os dois irmãos dispararem jatos brancos nela! Damon encheu o cu de Beatrice, enquanto Derek gozou nos peitos dela melando seu corpo, cabelo e vestido...
Beatrice notou uma Diana nua que filmava tudo enquanto se tocava. Adorava olhar para a jovem, aquilo só a deixou com mais vontade. Hugo voltou a xota da esposa, o cu arreganhado recebeu o papai, e Petrus gozou na cara da babá, na sequência Lyana e Penélope entraram na sala, e viram uma babázinha toda suja de porra fazendo uma dupla penetração com seu pai e seu marido, entre o gozo ela gemia, com o rosto todo melado e pelos seus buracos escorria a gala de seus homens! "Tô gozando de novo!" ela avisou, e veio ainda mais forte, o corpo inteiro tremeu e ela teve que gritar! Os olhos reviraram, e a gozada veio, veio e veio, por mais ou menos um minuto! Lúcio e Hugo gozaram quase ao mesmo tempo em Beatrice. Depois disso, eles a pegaram e levaram pro banheiro, Diana, Lyana e Penélope foram cuidar dela, deram um banho, tiraram o vestido sujo e jogaram fora, e com um beijinho na testa, colocariam a baixinha para dormir. As três mulheres tinham cinco picas as esperando na sala, e tinham comprado coisinhas para ajudá-los a durar até meia-noite.
A nossa linda babá não viu a virada daquele ano, dormiu tanto que só acordou no dia seguinte, com Diana, Derek e Damon dormindo ao seu lado. Seus pais voltaram ao Brasil dois dias depois, e um mês na sequência ela descobriu que estava, finalmente, grávida. Mas, não, essa estória não acaba aqui...


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


131805 - Beatrice - A babá I - Categoria: Fetiches - Votos: 17
131954 - Beatrice - a babá II - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
132075 - Beatrice. a babá - III - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
132398 - Beatrice, a babá IV - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
132517 - Beatrice, a babá V - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
132709 - Beatrice, a babá VI - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
132713 - Dandara, café com leite I - Categoria: Incesto - Votos: 13
133893 - Beatrice,a babá VII - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
134016 - Beatrice, a babá VIII - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
134017 - Dandara II - Categoria: Incesto - Votos: 8
134307 - Dandara III - Categoria: Incesto - Votos: 8
135205 - Beatrice, a babá IX - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
135206 - Dandara IV - Categoria: Incesto - Votos: 11
135374 - Beatrice, a babá X - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
135637 - Dandara V - Categoria: Incesto - Votos: 6
135641 - Dandara VI - Categoria: Incesto - Votos: 9
135774 - Beatrice, a babá XI - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
135794 - Beatrice, a babá XII - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
137507 - Beatrice, a babá - XIII - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
137651 - Dandara VII - Categoria: Incesto - Votos: 8
137973 - Dandara VIII - Categoria: Incesto - Votos: 6
138284 - Dandara IX - Categoria: Incesto - Votos: 6
138294 - Beatrice XIV - Categoria: Incesto - Votos: 6
138504 - Dandara X - Categoria: Incesto - Votos: 10
138918 - Beatrice, a babá XV - Categoria: Incesto - Votos: 6
140059 - Beatrice, a babá XVIII (ESMERALDA) - Categoria: Incesto - Votos: 3

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico gregras

Nome do conto:
Beatrice, a babá XVI

Codigo do conto:
139917

Categoria:
Grupal e Orgias

Data da Publicação:
11/06/2019

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


Quadradinho erotico conto 2006Contatos grelo cabeludo dlc e gostosoconto tirei o cabacinho da minha enteada na marraultimos contos erotico perdendo as pregas do cumae dando a buceta no filhobucetasmeu irmao encheu minha bunda de porracontos eróticos novos de incesto. a pica do meu filhoconto erotico novinha na escada do predioConto De Lesbica Na Praia Com Desconhecidacontocornofelizcomi a menina com sindrome de down contos eroticosAjudei uma cega na rua conto eróticoconto erotico apostei fiplha pequenacontos veridico de incesto cunhada casada fode com o cunhado pra pagar dividaconto erotico de incesto.minha mae flagrou eu e meu irmaoMinha prima cgupou mimha buceta contoContoPorno dotado estourando as prega do viadinho novinhocontos heroticos sou corno e chupo minha esposa com porraconto erótico policial estupradorconto erótico amamentaçãovídeo de sexo cazeiro com novinha tranzando co padrasto. e ele fala pra rla fica quieta para mae não ouvircontos eróticos de filha ficou gafida decuckold, esposa e seu amigo do trabalho - histórias reaisconto minha mulher foi penetrada na minha frentefilmedesexo.gostinho.do.natalConto erotico Bucetinha da enteadaporno quadrinhoscontos de sexo do fabianomulheres de 30 anos rabudas pag1sexo mae e filho forte desenhominha enteada novinha de fio dental na praia com sua mae e eu contosadvogada gravida contos eroticoscontos eróticos de suruba com cunhadas virgensporno em banda desenhada incestoconto erotico minhas esposa quer outra picaConto erotico pau muito grossosexo com sogropenetrei minha mãe bêbadacontos eroticos com fotos de mulheres que tem suas bucetas peludas fazendo sexo com animais fazendo zoofeliaArrombei minha sogra contoincesto pai e filha crianva com fotos vontos eroticossexo gay quadrinhosComto erotico meu finlo me viu batendo ciriricaChupando o amigo dormindoquadrinhos analConto erotico bernado e manuellamulhuer peladas calcinha fio dental videoconto comendo a filha da vizinha no onibos perto da mae delafoto mãe e filho incestocontos eroticos marido e gravidas violen[email protected]iniciação ao incestovale tudo com a sogra conto pornoquadrinhos marido e mulher traições pornocontos eroticos incestos/irmao roubando calcinha irmaquadrinho erotico a cachorrafilhinha querendo dar uma c****** no pinto do paicontos gosto de levar na conatravesti piscando o cuzinhocontos eroticos caldomeu escravo picudo contoscontos eróticas caliente em quadradinhoporno madrasta safada passando mim passando a mão enquanto durmosexo contos gay cabaço curralcontos erotico casada com dois fantasiaquadrinho porno simpsonmeu compadre tem fantasia herotica cm migo o q devo fazercontos de lactofiliacontos veridico deixei minha esposa fode com meu irmao mega dotadoIrmas fazendo sexosou empregado e dei meu c****** de calcinha conto eróticocontos gay apartamentocontos eroticos desejos de chuparquadrinhõ erotico cavalõ aromba novinha nao aguemta